Pioneirismo

Bem vindo página de técnica escutista do Agrupamento 1324 - Sé (Faro).

Os velhos pioneiros (em inglês "scouts") eram, em geral, hábeis construtores, que no meio do campo, em bosques ou na selva acampavam construindo aquilo que lhes fazia falta para o quotidiano na natureza, usando aquilo que o meio ambiente que os rodeava lhes fornecia. Quando tinham que passar um período mais prolongado do que uma noite no mesmo local rodeavam as suas tendas de facilidades que lhes tornassem a vida mais agradável, cómoda e segura, como bancos, mesas, pórticos, entre outros. Essas construções eram feitas utilizando pouco mais do que troncos ou canas e cordas para amarração.

Aprendendo com o exemplo dos antigos "scouts", o escuteiro começa por aprender a fazer nós e amarrações, depois podemos aplicar esses conhecimentos na construção de um simples tripé, o qual poderá ser uma das peças base de uma grande construção de pioneirismo e a partir daqui poderá fazer o que a imaginação e o engenho ditarem. A partir da aprendizagem de peças simples, como tripés e mastros, pode-se evoluir para a construção de outras mais elaboradas, como por exemplo grandes pórticos, pontes ou espetaculares cozinhas de campo.

Poderemos depois evoluir, passando a construir estas estruturas usando uma técnica mais avançada, que usa encaixes na madeira em vez de cordas, chamada froissartage a que se dedicam todos os conteúdos de um dos menus que se encontra no lado direito da página.

Muitos destes conhecimentos poderemos um dia aplicar na prática, utilizando outros tipos de materiais, em construções mais duradouras. Estas construções são hoje utilizadas em regiões do mundo carenciadas, nomeadamente em campos de refugiados, situações de emergência e em zonas afastadas de países menos desenvolvidos.

O conjunto das técnicas de construção é conhecida, hoje em dia, no escutismo, por pioneirismo. Mas, de um modo mais lato, podemos dizer que pioneirsmo, são todas as técnicas que eram usadas pelos pioneiros visando a sua sobrevivência na natureza. Assim, aqui também se fala de cozinha selvagem, entre muitas outras coisas. Esperamos que disfrutes.

Boa caça.